sábado, 19 de junho de 2010

Traços no mapa da vida


7 comentários:

Lunetta disse...

Olá Jéssyca, adorei sua poesia
e pode ter certeza que são dúvidas
assim que fazem de vc esta pessoa criativa
e interessante.
abraço

MOISÉS POETA disse...

o bom de tudo é a busca .
o final , o objetivo , nem é tão interessante...
é no meio do caminho , no meio da procura , que encontramos coisas realmente formidáveis.

um beijo, prá lá de carinhoso ,pra voce !

contagotas disse...

Uma menina linda que vive a vida de olhos escancarados na procura de respostas para as questões que a inquietam.

bjos

Lara Amaral disse...

Para mim, as coisas sempre parecem fora do rumo, apesar de nunca saber para onde esse rumo fica.

Beijos.

Hosana Lemos disse...

o caminho do coração me basta.
^^

sunshine disse...

menina poética, essa duvida sempre me atormentava, mas hoje eu procuro descobrir quem sou fazendo.

Faço e sou.
Simples assim, ou nem tão.

Um abraço e um sorriso de Paz.

Jéssyca Carvalho disse...

Ah, Lunetta, pode ser que sejam sim...
Bom saber que tu gosta! hehe'

Moisés, é verdade... a busca é realmente um aprendizado! Muito sábio você!

contagotas, que bom que me vê assim! Fico lisonjeada! hihi'

Ah, Lara, saiba que não és a única...

Hosana, então que bom! A busca por esse caminho costuma ser penosa, mas a recompensa é formidável! Persista!

Sunshine, muito lindo isso!
Nem tão simples assim, mas lindo, poético e muito verdadeiro... Gostei!

Beijos a todos vocês, que recheiam meu espacinho de carinho! Muito obrigada pela visita!

Postar um comentário

Mostre-se!