segunda-feira, 28 de março de 2011

Estrelas cotidianas


Sou estrela.
Estrela cadente, realizando sonhos mil.
Estrela do rádio, eternizada em vinil.

Sou estrela.
Estrela que "vira" a criança.
Estrela, no céu, é sinal de esperança.

Sou estrela.
Estrela que faz luz.
Estrela-guia ainda conduz.

Sou estrela.
Olhe! Também és...

2 comentários:

Lara Amaral disse...

Estrelinha, como és fofa e doce!

Beijo brilhante para vc!

Jéssyca Carvalho disse...

Obrigada, querida!
O mesmo digo pra você!

É sempre brilhante quando apareces por aqui!

Beijo!

Postar um comentário

Mostre-se!